1º Roda da Pecuária

04/10/2019 - Notícia

Correa da Costa recebe mais de 300 pessoas em sua primeira Roda da Pecuária

 

Pioneira no emprego de tecnologias em seu campo de atuação, a Correa da Costa, empresa de eventos rurais com a maior agenda de leilões de corte do Brasil, é reconhecida por alavancar a bandeira do manejo sustentável, e na última sexta-feira, dia 04 de outubro, recebeu na Estância Orsi, mais de 300 pessoas durante a 1ª Roda da Pecuária “Manejo & Mercado: Nada nas mãos e tudo no bolso”.

                        

O evento contou com palestrantes renomados que abordaram o manejo sustentável do gado e o futuro do mercado pecuário no Brasil. A pecuarista Vera Lúcia Barbosa, disse que o evento reafirmou a história de pioneirismo da leiloeira. “Essa Roda da Pecuária traz a confirmação de que a Correa da Costa é feita por pessoas extremamente inteligentes, porque esse evento vai proporcionar várias indagações no público. Recebemos informações muito boas da Adriane e do Rodrigo Albuquerque, e a palestra boa é aquela que informa, desinforma e causa dúvidas. Aquelas pessoas que não tinham conhecimento sobre os temas tratados, a partir daqui vão buscar saber mais sobre os mercados interno e externo, de produção, de qualidade e de quantidade. Foi uma oportunidade única e fantástica”.

 

Luiz Augusto Scavone, pacuarista, ressaltou a importância de abrir espaços para compartilhar o conhecimento. “A partir do momento que você recebe a informação, aguça a pesquisa e em busca de mais conhecimento. Então, percebemos presentes no evento  pecuaristas e pessoas que trabalham no operacional das fazendas, e essas pessoas vão voltar para as propriedades com o pensamento diferente, e que certamente vão transmitir para o gestor da fazenda, que também deve procurar por mais informação. Será que não é a hora de conversarmos mais, pesquisarmos mais? Penso que é esse mesmo o papel da leiloeira: fazer essa aproximação comercial, não só de compra e venda de gado, mas de trazer conhecimento e compartilhar o acesso à informação”, contribuiu.

 

Uma das palestrantes, Adriane Zart, que explanou sobre a técnica “Nada nas Mãos”, reforçou a importância da disseminação  do tema. “Temos um carinho muito grande por esse trabalho que foi feito aqui na Correa da Costa. Eu já conhecia o trabalho desenvolvido pela leiloeira, por serem referência na área de leilões no mundo inteiro, e para nós foi motivo de orgulho imenso implantar a técnica aqui, justamente em um ambiente que recebe diariamente visitas de pessoas do país todo, sendo um local de grande desafio para o manejo, por lidar com categorias diferentes de gado, que vem de locais tão diversos, e que são manejados, agora, no mesmo padrão, mantendo a qualidade e a eficiência. Quando você trabalha com qualidade, a eficiência é inevitável, pois quando você foca só na eficiência, muitas vezes a qualidade acaba caindo, e a própria eficiência fica comprometida pelos problemas do dia a dia do manejo. Então, ter visto no evento a casa cheia até o final, a quantidade de pessoas interessadas em entender o manejo, e outros tantos se perguntando em como implementar a técnica em suas fazendas, nos deixa muito felizes, especialmente pela confiança que a Correa da Costa depositou, e eu tenho certeza de que isso é só o início do trabalho”.

 

Para trabalhar o tema “Uma visão do para-brisa dos preços da cadeia pecuária”, Rodrigo Albuquerque apresentou números do mercado da pecuária, reforçando sua importância no cenário econômico do Brasil e do Mundo. “Foi uma honra palestrar na Correa da Costa, que eu considero uma empresa referência na comercialização de gado no Brasil. O que vejo num evento como este é uma maturidade muito grande que o mercado está cobrando da pecuária. Não adianta a gente falar que produz muito, que carrega o PIB do País nas costas, se não mostrar o trabalho de qualidade que a gente faz.”

 

 

 

Sócio-proprietário da Correa da Costa, Nilton Pereira Barbosa disse que os temas abordados foram diretamente ao encontro do que está sendo vivenciado no mercado da pecuária. “O mundo tem cobrado fortemente questões de sustentabilidade no agro, e diante desse cenário vejo que o pecuarista está entendendo que precisa buscar alternativas para mostrar o que faz para melhorar seu manejo, e sua imagem perante os consumidores de forma geral. Nós pecuaristas precisamos apresentar argumentos e mostrar que somos verdadeiros defensores da terra, das florestas, dos lagos, porque as pessoas dificilmente sabem desse lado. Então quando você oferece uma palestra que te dá argumentos e uma direção em ações tão importantes , acaba despertando interesse no produtor. O que nós buscávamos era uma melhoria no nosso sistema de manejo com os animais, e por meio do trabalho das meninas da Personal PEC atingimos esse objetivo, e compartilhamos com mais de 300 pessoas na nossa casa. É muito bom perceber que a Correa da Costa virou instrumento dessa difusão de informações”, afirmou.

 

Aguiar de Almeida Pereira, também sócio-proprietário da empresa da Correa da Costa comemorou o resultado do encontro. “Foi um evento idealizado para nossos clientes com objetivo de proporcionar informações para aprimorar a pecuária. O resultado foi muito gratificante pois mostramos que é possível aumentar produtividade com sustentabilidade e bem estar animal. Com certeza foi de grande proveito para todos os participantes. Nós da Correa da Costa acreditamos em um futuro melhor na nossa atividade, e seguiremos sempre lutando por isso”, reforçou.

 

 

Gerente da Correa da Costa, Arildo Fabrício comemorou o sucesso da primeira Roda da Pecuária. “Quero parabenizar a nossa equipe, e as pessoas que vieram atrás de conhecimento. Por meio desse evento tivemos a confirmação de que estamos no caminho certo, e conscientes de que precisamos evoluir sempre, mantendo em foco nossa preocupação constante com o bem-estar animal. Sem pensamento sustentável não se cresce. O setor tem muito espaço para promovermos mais discussões como esta, e certamente pensaremos em mais temas que, como os trabalhados nessa primeira Roda da Pecuária vão contribuir muito com o dia a dia dos nossos clientes e do mercado da pecuária".

 

 

Ronaldo Cezar Oliveira de Rezende, coordenador da Estância Orsi, disse que o manejo sustentável agrega valor também ao produto que é entregue ao cliente. “O manejo sustentável vai além do bem-estar animal. Antes de ver a técnica aplicada sentíamos muita insegurança, e após todo trabalho realizado percebemos que o aprendizado fez toda a diferença para os colaboradores, que estão menos cansados, mais calmos, e tudo isso reflete no manejo com o gado. No evento de hoje percebemos muitas pessoas curiosas em conhecer a técnica, e a credibilidade da Correa da Costa fez com que viessem até aqui para saber um pouco do que vivenciamos. O segundo tema abordado no encontro de hoje também foi de extrema importância, porque os produtores querem saber mais sobre o futuro do seu negócio, e o Rodrigo é reconhecido nacionalmente por trabalhar com essas estimativas”, comentou.

 

Um dos formandos do curso ministrado pela Personal PEC para a aplicação da técnica Nada nas Mãos, Diego da Silva Dias afirmou estar vivenciando diversas melhorias no ambiente de trabalho. “Percebíamos que grande parte do gado chegava brava, nervosa, muitas vezes até quebrava o mangueiro. Recebemos gado do pantanal, de diversas fazendas, chácaras, e nós não temos ideia de como funciona o manejo nas propriedades. Depois que começamos a aplicar a técnica percebemos que o estresse do gado diminuiu, assim como nossa correria e o cansaço da lida com os animais também. Tanto nosso trabalho como o comportamento do gado melhoraram em cem por cento”.

 

Lizandra Dolores Barbosa, uma das organizadoras da 1ª Roda da Pecuária disse que o evento superou as expectativas da equipe. “Estou muito feliz, orgulhosa da equipe toda, e com sentimento de realização por termos conseguido trazer um público tão seleto, que permaneceu até o fim do evento, e que pode receber informações tão valiosas de dois temas que escolhemos com muito carinho. Os temas escolhidos entregaram o que realmente se propuseram, e conseguimos perceber a surpresa dos participantes que acolheram nossa proposta e ficaram até o final. Agradecemos ao empenho de todos os colaboradores da Correa da Costa, aos nossos palestrantes e especialmente aos clientes e visitantes que nos prestigiaram e abrilhantaram nossa primeira Roda da Pecuária”, finalizou.

 

Newsletter

Todos os direitos reservados
Criado por EquipeA Internet.